Select language



Obstetricia - dieta vegetariana

Ao buscar informações sobre qual é o tipo de alimentação ideal durante o período da gestação, as mulheres se deparam com dietas compostas por diversos alimentos orientados por nutricionistas e obstetras, incluindo carnes, ovos, leite e derivados.

Mas o que ocorre quando a gestante é vegetariana? Como ter uma nutrição saudável e ideal para a gravidez sem incluir esses tipos de alimentos?

Em muitos casos, as gestantes vegetarianas recebem orientações de amigos e familiares para tentarem abrir uma exceção apenas no período da gestação e incluírem alguns dos alimentos que não costumam consumir no dia a dia.

Devido a toda essa insistência, algumas mulheres passam a se questionar se realmente deveriam mudar os hábitos alimentares de maneira tão radical para não faltar nenhum tipo de nutriente para o bebê.

Mas afinal de contas, isso realmente é necessário?

gestante vegetariana - obstetras orientam

bedmed_616x50_oferta2_CTA

É possível manter uma alimentação adequada na gravidez sendo vegetariana?

Uma grávida que segue uma dieta vegetariana conta com o apoio e liberação de diversas associações, incluindo a American Dietetic Association (ADA) – maior entidade de dietistas e especialistas em nutrição do mundo.

De acordo com especialistas desse setor, não existem estudos que comprovem diferenças entre o desenvolvimento de bebês de gestantes vegetarianas para as que mantém uma dieta que inclui alimentos de origem animal.

No entanto, pesquisas mostram que uma dieta vegetariana pode ainda ter vantagens, pois como apresenta um baixo índice de colesterol, está associada a menores riscos de doenças cardiovasculares, surgimento de diabetes gestacional e hipertensão.

Essas doenças são grandes fatores de complicação à gestação e podem desencadear sinais de sofrimento fetal e, até mesmo, parto prematuro.

Além disso, por conta da alta ingestão de folhas verdes, o nível de ácido fólico é frequentemente maior em gestantes que seguem uma dieta vegetariana.

O ácido fólico é uma vitamina derivada do complexo B, fundamental para a adequada formação do sistema neurológico do bebê, sendo que as folhas verdes são as suas principais fontes naturais.

Contudo, mesmo para gestantes vegetarianas, os médicos obstetras costumam aconselhar a suplementação dessa vitamina, bem como outros tipos de nutrientes que podem ser insuficientes nesse tipo de dieta.

Portanto, é possível manter uma gestação saudável seguindo uma dieta vegetariana! Entretanto, o acompanhamento com o obstetra deve ser bastante próximo e a dieta precisa conter todos os nutrientes essenciais para que a gravidez se desenvolva bem.

obstetras explicam dieta vegetariana para gestantes

Quais nutrientes são essenciais para a gestação?

Tanto as mulheres que consomem alimentos derivados de animais, quanto aquelas que optam por manter uma dieta vegetariana, precisam de nutrientes que são considerados essenciais para o desenvolvimento do bebê e para o organismo da gestante nessa fase que apresenta tantas alterações físicas e hormonais.

Os principais nutrientes que precisam de atenção durante o período da gravidez são:

  • Ferro: essencial para a prevenção de anemia materna e, consequentemente, de deficiência na oxigenação e nutrição do bebê. Encontrado principalmente em carne bovina, mas também pode ser consumido por meio da ingestão de feijão, ervilha, lentilha, grão-de-bico e vegetais de folhagem escura.
  • Ômega 3: responsável pela proteção do organismo da gestante contra inflamações, pelo bom funcionamento do sistema cardiovascular e pelo controle adequado da pressão arterial. Encontrado em diversas espécies de peixes, como sardinha e atum, porém também pode ser ingerido por meio de nozes, castanhas, rúcula e alguns óleos vegetais, como o de canola, por exemplo.
  • Cálcio: fundamental para o controle da coagulação sanguínea e para o transporte de nutrientes para o bebê, o cálcio pode ser encontrado em alimentos como a sardinha, manjuba e diversos laticínios. No entanto, a couve, o gergelim e o brócolis também são boas fontes de cálcio.

Além disso, é preciso ter uma atenção especial voltada às taxas de Vitamina B12 – normalmente deficiente no organismo de mulheres vegetarianas e essencial para o bom funcionamento do sistema nervoso e para a produção de glóbulos vermelhos, características fundamentais para o bom andamento de uma gestação saudável.

De um modo geral, seguindo as recomendações nutricionais e suplementações transmitidas pelo especialista em ginecologia e obstetrícia que está acompanhando o caso, uma gestante que segue a dieta vegetariana deverá ter os mesmos cuidados da gravidez de uma mulher que consome alimentos sem restrições. O importante é não realizar substituições por conta própria e buscar esclarecer todas as dúvidas que surgirem com o seu obstetra.

bedmed_616x285_oferta2_blog_CTA





Deixe um comentário