Select language

Cirurgia Íntima Feminina



cirurgia intima para mulher

A intimidade é uma palavra de difícil definição tendo em vista que não se remete apenas ao contexto sexual, mas sim ao que é privativo e inerente ao próprio ser humano. É uma palavra que tenta descrever a vida íntima ou a relação estreita entre as pessoas.

Antigamente as mulheres não podiam expressar suas dúvidas com o seu corpo e as manifestações do mesmo por medo de represália. Com o passar do tempo, a mulher demonstrou o seu real local na sociedade e conseguiu quebrar diversas barreiras e tabus discriminatórios, principalmente com relação à sexualidade.

A genitália feminina e a questão de prazer sexual fazem parte da intimidade de cada paciente e são assuntos que devem ser abordados por ginecologistas. Faz parte da anamnese e do exame físico específico ginecológico avaliar a real satisfação sexual da paciente e tentar demonstrar para a paciente que existem diversos tratamentos estéticos e funcionais que podem gerar uma verdadeira reabilitação da genitália, trazendo uma nova qualidade de vida.

Os principais casos solucionados pela cirurgia íntima:

Dentre os principais tratamentos ginecológicos propostos, a ninfoplastia é um procedimento cirúrgico seguro e com alta taxa de sucesso. Além da parte reconstrutiva, essas cirurgias elevam a libido e o bem estar das pacientes.

Agende sua consulta

A hipertrofia dos pequenos lábios é uma alteração no formato dos pequenos lábios vaginais e pode ocorrer de forma unilateral (assimétrica) ou bilateral (simétrica). Além de causar um desconforto psicológico para paciente devido à assimetria macroscópica dos pequenos lábios, o desconforto também pode ocorrer durante a relação sexual e durante o uso de determinadas vestimentas. A ninfoplastia é o nome dado ao procedimento cirúrgico realizado para remoção do excesso de pele dos pequenos lábios vaginais, trazendo composição e harmonia da genitália feminina.

As mulheres têm o direito a informação sobre esses procedimentos e devem estar cientes que a procura por essas cirurgias aumentou em torno de 50% de acordo com as estatísticas mais recentes.

Cuidar do corpo e da saúde é fundamental. A cirurgia íntima gera confiança e conforto para as mulheres. Não deixe que a idade e as crenças discriminatórias impeçam a qualidade de vida e a jovialidade.

Outro procedimento cirúrgico da estética genital feminina é a Perineoplastia. Com o decorrer da idade, associado ao ganho de peso, realização de partos normais e diversos outros fatores de risco, a musculatura perineal vai se tornando flácida e predispõe a uma série de complicações, dentre elas a perda urinária aos esforços. As queixas comuns das pacientes que apresentam flacidez da musculatura perineal são: vagina alargada, flatos vaginais durante a relação sexual e diminuição da libido.  A perineoplastia consiste em procedimento cirúrgico realizado no intuito de reconstruir a musculatura perineal e, consequentemente, retonificar a musculatura do assoalho pélvico.

Genitália Feminina

 

Considerando o aspecto anatômico da genitália feminina, o lábio menor (Labium minus) sempre deve ser menor que o lábio maior (Labium majus).

Quer saber mais sobre Estética Genital Feminina? Separamos textos interessantes para sua leitura:

1) Labioplastia – Clique aqui para ler mais sobre o assunto

Fonte: Wikipédia

2) Cirurgia íntima feminina: ninfoplastia – Clique aqui para ler mais sobre o assunto

Fonte: Minha Vida

– Os principais cuidados no pós-operatório são: repouso sexual por 30 – 40 dias após a cirurgia, evitar atividade física por 30 dias após a cirurgia, uso de roupas confortáveis que permitam que a região fique bem arejada até que a cicatrização esteja completa e higiene local (uso de sabonete neutro);

– Evite realizar a cirurgia durante o período menstrual, pois isso pode dificultar a recuperação pós-operatória (dificuldade na higiene local e na cicatrização da ferida operatória);

– Os riscos cirúrgicos são pequenos e geralmente correlacionados com surgimento de hematoma ou infecção;

– Pode ocorrer dor e inflamação no local da ferida operatória. O importante é fazer uso de medicações analgésicas, evitar esforço físico e aplicar compressas geladas na região;

– A cicatriz da cirurgia estética feminina costuma ser pequena e quase imperceptível. Os pontos da ferida operatória são absorvíveis, ou seja, a paciente não precisa retirar os mesmos.