Select language



Conheça os sintomas da endometriose | Clínica Ginecológica BedMed

Antes de esclarecer quais são os principais sintomas da endometriose, precisamos entender o que é a doença. A endometriose é ocasionada pela implantação do endométrio (revestimento interno do útero) fora da cavidade endometrial.

Na maioria dos casos, a endometriose acomete os ovários, intestinos ou a parede abdominal. Raramente ela se dissemina para além da região pélvica (existem raros relatos médicos de disseminação da endometriose para região pulmonar e hepática).

Existem diversas teorias a respeito da origem da endometriose, porém nenhuma delas elucida todo o processo fisiológico envolvido nessa doença.

A endometriose é prevalente na população brasileira e deve ser tratada de forma precoce, antes que os sintomas fiquem mais graves e que as complicações aumentem.

A infertilidade conjugal pode ocorrer em mulheres portadoras de endometriose, assim como a dor pélvica e a dor durante a relação sexual.

Sinais e sintomas mais comuns da endometriose

É importante ressaltar que o surgimento de alguns desses sinais ou sintomas não indica necessariamente a presença da endometriose.

Para se ter a confirmação diagnóstica da doença, diversos exames devem ser realizados e analisados em conjunto com as queixas clínicas da paciente (anamnese minuciosa) e a avaliação de seu exame físico.

Os principais exames que auxiliam na avaliação da doença são: exames de sangue (dosagem do marcador CA-125 no início do ciclo menstrual), exames de ultrassonografia (ultrassonografia transvaginal com ou sem preparo intestinal) e ressonância nuclear magnética da pelve.

A videolaparoscopia com biópsia do tecido alterado é um dos exames chamados de “padrão ouro” para o diagnóstico da endometriose.

  • Sangramento excessivo: pode ocorrer sangramento excessivo durante a menstruação (aumento do fluxo sanguíneo com saída de coágulos) ou sangramento entre os períodos menstruais;
  • Dor pélvica severa: apesar de muitas mulheres sentirem dores no período menstrual, a dor da endometriose é relatada de forma mais severa. As dores podem acometer a região abdominal e se estender para a região lombar, sendo que a duração pode ser superior ao período da menstruação;
  • Infertilidade: a endometriose é uma das principais causas de infertilidade, pois pode alterar o formato e a qualidade das tubas uterinas, além de prejudicar a formação dos óvulos. Frente a uma dificuldade em engravidar (infertilidade = período superior a um ano sem engravidar, mesmo tendo relações sexuais freqüentes e bem distribuídas ao longo do ciclo menstrual e sem uso de nenhum método anticoncepcional), existem diversos tratamentos efetivos para esses casos;
  • Dor na relação sexual: pode ocorrer antes ou durante o ato sexual;
  • Dor na movimentação intestinal ou durante a micção: geralmente mais exacerbada no período menstrual;
  • Outros sintomas: fadiga, diarreia, constipação intestinal, náuseas ou vômitos, especialmente durante o período menstrual.

A endometriose é difícil de ser diagnosticada, pois pode ser confundida com diversas outras doenças que acometem a região pélvica.

Os principais diagnósticos diferenciais são: doença inflamatória pélvica, cistos ovarianos ou doença inflamatória intestinal (condição que gera alternância entre diarreia e constipação com dor abdominal intensa).

Em alguns casos, a doença inflamatória intestinal pode acompanhar a endometriose, o que dificulta ainda mais o diagnóstico.

Na dúvida, procure seu médico especialista em endometriose. A endometriose e suas complicações têm tratamento. Caso seja detectada no estágio inicial, isso pode auxiliar no tratamento e prevenir complicações futuras.

A Clínica BedMed está à disposição para você tirar suas dúvidas, realizar o diagnóstico e tratamento de forma segura e eficiente.

Agendar




Deixe um comentário