Select language



ginecologia e obstetrícia

Após a menarca (primeira menstruação), a maioria das mulheres opta por iniciar seu acompanhamento com um médico ginecologista para obter informações mais detalhadas sobre quais são as melhores condutas para a saúde íntima feminina.

Na maior parte dos casos, elas passam a se consultar regularmente com o mesmo especialista até a vida adulta. Contudo, ao decidirem engravidar ou ao detectar a gestação, não sabem se devem continuar com o mesmo ginecologista ou se devem buscar um obstetra, por não conhecerem exatamente essas duas áreas.

Entenda agora quais são as diferenças entre ginecologia e obstetrícia.

ginecologista

Quais são as atividades de um ginecologista?

O termo ginecologia significa “a ciência da mulher”. O médico ginecologista é o especialista que cuida da saúde do sistema reprodutor feminino desde a infância até o período da pós-menopausa, podendo ser considerado um “clínico geral” feminino, pois também é capacitado para diagnosticar e tratar enfermidades que atingem outras áreas, como sistema endocrinológico, aparelho digestivo, ossos e etc.

Devido a isso, o ginecologista é visto como uma pessoa de extrema confiança, pois trata dos mais variados assuntos íntimos e delicados que ocorrem na vida das mulheres.

As principais alterações tratadas por um médico ginecologista são:

  • Câncer nos órgãos reprodutores femininos, incluindo ovários, tubas uterinas, útero, vagina e vulva;
  • Problemas com incontinência urinária;
  • Amenorréia (ausência da menstruação);
  • Dismenorréia (cólicas menstruais);
  • Endometriose;
  • Infertilidade conjugal;
  • Menorragia (anormalidades no ciclo menstrual)
  • Prolapsos dos órgãos pélvicos;
  • Lesões ocasionadas pelo HPV;
  • Cervicite (infecção vaginal) e outras doenças sexualmente transmissíveis;
  • DIP – Doença Inflamatória Pélvica;
  • Cistos ovarianos e mamários;
  • Pólipos endometriais;
  • Miomas uterinos.

Para se tornar um ginecologista é necessário realizar a faculdade de Medicina (duração: 6 anos), se especializar em Ginecologia e Obstetrícia (duração: 3 anos) e ser aprovado no Título de Especialista em Ginecologia e Obstetrícia (TEGO).

Durante o período da residência médica, o médico residente acaba obtendo a capacitação profissional tanto para atuar na área da Ginecologia, como também na área da Obstetrícia. Por isso, no Brasil, a maioria dos especialistas desempenham ambas as funções.

Obstetrícia

Quais são as atividades de um obstetra?

O termo obstetrícia se originou da palavra “obstetrix”, derivada do verbo “obstare”, que significa “estar ao lado”. O médico obstetra é o especialista que cuida da gestação, parto e puerpério (pós-parto), em todos os âmbitos fisiológicos e patológicos.

É com o obstetra que a gestante deve realizar o acompanhamento do pré-natal e demais exames durante a gestação, a fim de identificar possíveis complicações com ela ou com o bebê.

O especialista também será o responsável pelo parto e deverá acompanhar a recuperação da mamãe ao longo do período do puerpério.

Na maioria dos casos, o ginecologista também atua como médico obstetra. Sendo assim, é fundamental que a paciente interrogue o médico a respeito da área de atuação dele.

Dessa forma, caso o médico atue tanto em Ginecologia como Obstetrícia, as pacientes podem se consultar com o mesmo médico antes, durante e depois da gravidez.





Deixe um comentário