Select language



cisto de ovario

Os cistos de ovário são caracterizados como alterações que ocorrem no interior dos ovários, promovendo a formação de bolsas de líquido formadas a partir de células que compõem ou não os ovários, podendo ser diagnosticados tanto na parte interna, como na parte externa do órgão, dependendo do tipo específico de cisto ovariano.

Os subtipos mais comuns de cistos ovarianos são:

  • Cistos funcionais: são cistos de características benignas e não geram nenhum tipo de complicação para as pacientes. Eles podem ser tanto foliculares (originados a partir dos folículos que não expeliram o óvulo), quanto de corpo lúteo (formados após o folículo liberar o óvulo). Geralmente, eles tendem a desaparecer após 2 a 3 meses, não sendo necessário um controle mais periódico;
  • Cistos dermóides: mais comuns em pacientes jovens e são formados a partir de células que dão origem a diversos outros tipos de tecidos, tais como pele, cabelo, dentes e etc. Geralmente podem cursar com quadros de dor abdominal e devem ser retirados cirurgicamente;
  • Cistoadenomas: são cistos ovarianos que se desenvolvem a partir do tecido que reveste o próprio ovário. Podem atingir grandes dimensões e também devem ser retirados cirurgicamente. O cistoadenoma não é considerado maligno;
  • Endometriomas: diagnosticados em pacientes acometidas pela endometriose (a partir do momento em que a endometriose acometeu os ovários, o quadro já é considerado mais grave – estágio moderado), os endometriomas se diferenciam dos demais, pois o líquido contido no interior do cisto é composto por tecido endometrial e apresenta características sanguinolentas (coloração escurecida). Os endometriomas podem cursar com dor pélvica crônica e infertilidade.

Na maior parte dos casos, os cistos ovarianos identificados pelos especialistas em ginecologia são assintomáticos, sendo diagnosticados apenas por meio de exames de rotina (geralmente após a realização da ultrassonografia transvaginal). No entanto, existem alguns indícios comuns que podem indicar a presença de cistos nos ovários.

cistos ovarianosQuais são os principais sintomas dos cistos de ovário?

Devido aos principais tipos de cistos ovarianos terem correlação direta com o próprio ciclo menstrual da mulher (considerados cistos funcionais), os sintomas são mais prevalentes no período menstrual, tais como:

  • Inchaço abdominal;
  • Sensação de pressão na região abdominal;
  • Ciclos menstruais irregulares;
  • Dores durante as relações sexuais;
  • Dores pélvicas antes e durante o período menstrual;
  • Dores nas costas ou pernas;
  • Dores ao evacuar;
  • Dores pélvicas súbitas acompanhadas de episódios de náuseas ou vômitos.

Essas dores e incômodos também podem ser provocados por outros motivos, além da simples presença do cisto no ovário, tais como:

  • Aumento do volume do cisto;
  • Rompimento do cisto com eliminação de conteúdo líquido (sangramento) no interior da cavidade abdominal;
  • Torções do próprio cisto ou das tubas uterinas (nesses casos, o quadro de dor abdominal é súbito e de forte intensidade, imitando o quadro de dor de apendicite, por exemplo).

No entanto, os sintomas dos cistos ovarianos são muito semelhantes aos de outras enfermidades, inclusive mais graves. Por isso, quando sentir alterações relacionadas ao ciclo menstrual, o ideal é que a mulher busque a orientação de um especialista em ginecologia, que irá orienta-la sobre a realização dos exames mais específicos.

Agendar




Deixe um comentário