Select language

Saiu na Imprensa



ASRM 2013

Explorando técnicas de Preservação da Fertilidade em crianças diagnosticadas com outras doenças

DESTAQUES DO 21º CONGRESSO MUNDIAL EM FERTILIDADE E ESTERELIDADE E DO 69º CONGRESSO ANUAL DO AMERICAN SOCIETY FOR REPRODUCTIVE MEDICINE

Boston, MA – Pesquisadores no congresso anual do International Federation for Fertility Societies/American Society for Reproductive Medicine apresentaram trabalhos investigando algumas opções para preservar a fertilidade em crianças diagnosticadas com doenças, tais como o câncer. Um efeito colateral comum de alguns tratamentos oncológicos é o impacto negativo na fertilidade. Em pacientes adultos, a coleta e congelamento de espermatozóides ou óvulos está se tornando cada vez utilizado, no entanto, esses tratamentos em crianças tem sido mais desafiador. Estes novos estudos mostram melhorias significativas na oferta de tais tratamentos para meninos e meninas.

Uma equipe israelense, liderada pelo professor Mahmoud Huleihel, apresentou uma pesquisa investigando uma nova técnica destinada a permitir o crescimento e a maturação de células testiculares extraídas de meninos pré-púberes antes da realização da quimioterapia para o câncer. Os pesquisadores extraíram células germinativas, através de biópsia testicular e utilizaram uma inovadora técnica tridimensional de cultura de células para cultivar essas células germinativas no laboratório. O crescimento e a diferenciação das células tem obtido bons resultados e essas células estão sendo avaliadas para sinais de desenvolvimento de espermatozóides.

Uma equipe de Nova York, liderada pelo Dr. Giuliano Bedoschi, informou sobre a viabilidade da realização do estimulo ovariano e criopreservação de óvulos em meninas pós-púberes. Os pesquisadores relataram um estudo de série de casos em meninas com idades entre 13-15, que foram diagnosticadas com síndrome de Turner, tumores ou leucemia. Eles descobriram que ao utilizar um protocolo de estímulo ovariano um pouco diferente aos protocolos de estimulo ovariano utilizados em adultos, o estimulo ovariano, coleta e congelamento dos óvulos pode ser usado para preservar a fertilidade em meninas com risco de perder a sua fertilidade.

Dr. Giuliano Bedoschi - apresentação oral no congresso americano de Reprodução Humana

Dr. Giuliano Bedoschi – apresentação oral no congresso americano de Reprodução Humana

“A Preservação da Fertilidade em adultos está se tornando padrão de tratamento para pacientes com câncer, no entanto, ainda temos que trabalhar para conseguirmos oferecer a Preservação da Fertilidade para crianças e adolescentes. Essas importantes pesquisas nos movem mais perto desse objetivo “, afirmou o doutor Richard Reindollar, presidente eleito do American Society for Reproductive Medicine.

O-207 Fertility Preservation of Pre-Pubertal Cancer Patient Boys Before Aggressive Chemotherapy: Preliminary Results form In Vitro Culture of Fresh Testicular Tissue from 3 Pre-Pubertal Patients.

  • Mahmoud Huleihel e colaboradores

O-208 Feasibility of Ovarian Stimulation and Oocyte Cryopreservation for Fertility Preservation in Female Children

  • Giuliano Bedoschi e colaboradores

Representando mais de 50 sociedades de fertilidade de todo o mundo, a International Federation for Fertility Societies (IFFS) é a principal organização internacional de fertilidade no mundo. A IFFS foi fundada em 1951, e realizou seu primeiro congresso, em Nova York, em 1953. A missão da IFFS é estimular a pesquisa básica e clínica, difundir a educação e estimular o cuidado clínico superior de pacientes em infertilidade e medicina reprodutiva. Clique aqui para navegar no web-site da IFSS Website.

O American Society for Reproductive Medicine, fundada em 1944, é uma organização de mais de 7.000 médicos, pesquisadores, enfermeiros, técnicos e outros profissionais dedicados ao avanço do conhecimento e expertise em biologia reprodutiva. Sociedades afiliadas incluem a Society for Assisted Reproductive Technology, a Society for Male Reproduction and Urology, a Society for Reproductive Endocrinology and Infertility, a Society of Reproductive Surgeons e a Society of Reproductive Biologists and Technologists.





Os comentários estão fechados.