Select language



Pré-natal e gravidez: principais dúvidas | Clínica BedMed

Olá meninas! Hoje decidimos abordar um assunto muito comum no pré-natal e entre as gravidinhas, mas que envolve uma série de mitos e que deve ser esclarecido da melhor maneira possível.

Afinal, grávida pode viajar de avião? Existe algum risco para a mãe ou para o bebê? Para responder essas questões, devemos analisar em primeiro lugar a saúde da mulher e o período da gestação em que ela se encontra.

Se a gestante é saudável e não teve complicações médicas como diabetes gestacional, sangramento vaginal (oriundo de um possível descolamento de placenta) ou até mesmo pressão alta, não há problemas em viajar de avião. Mas a recomendação é que gestantes só façam esse tipo de viagem durante o primeiro e o segundo trimestres de gestação (até 27 semanas).

A partir da 28ª até a 36ª semana de gravidez, ainda é possível viajar de avião, mas é recomendável consultar a opinião do seu médico obstetra e também avaliar a política da companhia aérea que você escolheu, pois algumas possuem restrições.

Agora, a partir da 36ª semana, o voo não é mais permitido, salvo casos em que a passageira tenha a presença do próprio médico no avião.

Uma outra recomendação pertinente é a gestante observar de quantas semanas estará também no período de volta da viagem, para que não haja problemas. Se você está pensando em viajar para o exterior, converse com seu médico.

Pré-natal e gravidez: O que pensar antes de agendar uma viagem de avião?

  • Evite aviões pequenos e que, portanto, não tenham cabines pressurizadas;
  • Viajar de avião na classe econômica, mesmo quando não se está grávida, já é um pouco desconfortável, devido ao pequeno espaçamento entre os assentos. Converse com a equipe da companhia aérea para avaliar a possibilidade de transferi-la para um assento mais espaçoso ou opte pela reserva dos assentos mais confortáveis (classe econômica plus ou executiva);
  • Lembre-se que grávidas costumam ir mais ao banheiro, logo, isso será um fator a mais de desconforto também durante o voo. Opte pela reserva dos assentos localizados no corredor e que ficam próximos aos banheiros;
  • Existem diversos estudos que comprovam que viagens aéreas durante a gravidez podem aumentar o risco de trombose e varizes. Procure orientação médica sobre o uso de meia elástica de média compressão para aliviar o inchaço e melhorar a circulação;
  • Duas dicas: se você optou por realmente fazer a viagem de avião, procure tomar bastante água durante o percurso e lembre-se de caminhar pela cabine a cada uma hora e meia e trocar a posição das pernas frequentemente.

Consulte sempre o seu médico no caso de dúvidas e tenha uma boa viagem e faça o acompanhamento do seu pré-natal.

Agendar




Deixe um comentário