Select language
Blog


A evolução da gravidez 9ª a 12ª semana de gestação (1)

Um período muito importante da gravidez está compreendido entre a 9ª e a 12ª semana de gestação. É nessa fase em que ocorre o término do período embrionário e inicia-se o desenvolvimento fetal. Enquanto isso, a gestante continua sofrendo diversas alterações físicas e hormonais.

Veja o que ocorre com a mamãe e com o bebê durante a 9ª e a 12ª semana de gestação.

9ª semana de gestação

Na 9ª semana de gestação, o embrião começa a se assemelhar mais com o formato de um bebê, apresentando um comprimento entre 22 a 30 mm e com cerca de 2 g de peso. A cabeça ainda aparece desproporcional em relação ao corpo e um pouco inclinada para frente.

Ainda que haja um crescimento dos braços e pernas, os braços ainda são mais compridos e as mãos e pés já possuem um formato quase definitivo, com a formação das pontas táteis nos dedos, que vão gerar a sensibilidade e o tato.

Nessa fase já existem as pestanas e o nariz começa a ganhar forma. É nesse período que se inicia o desenvolvimento do diafragma, músculo que torna possível a respiração após o nascimento.

10ª semana de gestação

Nessa semana encerra-se o período embrionário e o embrião passa a ser chamado de feto, que significa “pequenino”. O feto apresenta um comprimento entre 31 a 42 mm, com um peso variando entre 4 a 5 g.

O cérebro continua a crescer, com uma produção de cerca de 250 mil neurônios por minuto. No rosto, os olhos e nariz já estão formados, identificando as feições do feto. A formação dos dedos das mãos e dos pés já é definitiva, assim como o desenvolvimento dos pulsos e dos tornozelos.

As articulações já estão formadas e o sistema nervoso reage, sendo que alguns órgãos já começam a funcionar. Os genitais externos começam a se formar, mas ainda é muito cedo para identificar o sexo do bebê.

Nessa fase, o feto já possui todos os órgãos, músculos, ossos e membros com os quais vai nascer.

11ª semana de gestação

Na 11ª semana de gestação, o feto já está quase que totalmente desenvolvido. Nesse período, ele possui entre 44 a 60 mm de comprimento e pesa de 7 a 8 g.

Todos os órgãos finais já foram completamente formados e estão funcionando, com exceção do pulmão, que terá que amadurecer e só funcionará completamente após o nascimento. O corpo, nessa fase, reveste-se com o lanugo, uma penugem que protege o bebê do líquido amniótico e regula a temperatura corporal.

bedmed_616x50_oferta2_CTA

Os dedos já estão separados e começa o crescimento das unhas. Nesse período, o bebê já consegue bocejar, sugar e engolir, sendo que ele se move bastante no interior da cavidade amniótica.

Para a mãe, os incômodos relacionados às primeiras semanas de gestação já terão desaparecido, podendo apresentar mais sede e calor do que o habitual.

12ª semana de gestação

A partir da 12ª semana de gestação, o risco de aborto espontâneo diminui bastante, sendo que o período mais crítico já passou. O bebê mede aproximadamente 61 mm e tem entre 8 a 14 g de peso.

Com a formação bastante completa nessa semana, o bebê já consegue mexer os braços, os dedos das mãos e dos pés, sorrir e franzir a face, por exemplo. A partir de agora, a mudança mais substancial está correlacionada ao crescimento do bebê, que vai engordar e amadurecer os órgãos.

Inicia-se a produção de hormônios, as cordas vocais começam a se desenvolver, os cabelos e unhas estão crescendo e os ossos endurecendo. O coração já bombeia sangue para todo o corpo.

As mudanças hormonais começam a afetar mais a gestante, com surgimento de oleosidade na pele e cabelos, por exemplo. Já está na hora de realizar a segunda consulta pré-natal e o médico obstetra pode pedir alguns exames para avaliar o desenvolvimento do bebê, tal como a ultrassonografia morfológica do primeiro trimestre da gravidez.

Agendar




Deixe um comentário