Select language



diabetes gestacional

O sonho de toda gestante é ser mãe de um bebê saudável. Infelizmente, existem diversas alterações que podem acontecer na gravidez e que acabam gerando modificações no organismo do feto.

A diabetes gestacional é uma doença específica da gravidez que tende a aparecer principalmente no terceiro trimestre.

Ela ocorre devido ao aumento na produção de hormônios contra-insulinêmicos (que atuam dificultando a ação da insulina no corpo) produzidos pela placenta.

Dependendo da quantidade de hormônios circulantes no organismo materno, a paciente acaba desenvolvendo um aumento nos níveis de açúcar.

Essa hiperglicemia materna passa pela circulação e, consequentemente, ocorre um aumento nos níveis de açúcar do feto.

O aumento do açúcar do feto gera um aumento na produção de sua insulina. Dessa forma, filhos de mães diabéticas tendem a apresentar aumento no peso e problemas respiratórios ao nascimento.

A hipoglicemia neonatal é muito comum após o clampeamento do cordão umbilical. Habitualmente é realizado o controle desses níveis de açúcar do bebê nos primeiros dias de vida do mesmo.

O diagnóstico da diabetes gestacional é feito por meio da realização do teste de tolerância oral a glicose 75 gramas (GTT 75 gramas).

Toda gestante deve se submeter a esse exame entre 24 a 28 semanas de gestação, no caso de não ter sido realizado converse e peça ao seu ginecologista.

Caso algum valor desse teste venha alterado, é firmado o diagnóstico da doença e a paciente deve iniciar o tratamento de forma imediata.

O tratamento da diabetes gestacional se baseia em mudanças dietéticas e na prática de exercícios físicos aeróbicos. É fundamental o seguimento nutricional com a equipe de Nutrição.

Entenda mais sobre o assunto no vídeo abaixo:





Deixe um comentário