Select language



Saiba mais sobre pré-natal e a diabetes gestacional | Clínica BedMed

A espera de um bebê é um momento de muitas mudanças na rotina da futura mamãe e de toda a família. Além disso, é um período de ansiedade e muitas dúvidas.

Por isso, o pré-natal realizado com um médico obstetra de confiança é essencial para uma gestação saudável. Nos casos da mãe possuir diabetes ou desenvolver diabetes gestacional os cuidados devem ser redobrados, com um acompanhamento especial. Vamos descobrir as principais informações sobre gravidez e diabetes?

O que é a diabetes gestacional?

A diabetes mellitus gestacional indica um estado de intolerância à glicose que começa ou é diagnosticada pela primeira vez durante a gravidez.

Isso significa que há um aumento dos níveis de açúcar durante a gestação que podem prejudicar seriamente a saúde da mãe e do bebê. É necessário que seja diagnosticada o mais precocemente possível.

Quais são os principais fatores de risco para o surgimento da diabetes gestacional?

A mulher já estar acima do peso antes da gravidez; Idade superior a 25 anos; Histórico familiar positivo para diabetes.

Como ocorre?

Quando a mulher está grávida, há um aumento da produção de hormônios contra reguladores da insulina que são produzidos pela placenta, associados ao estresse fisiológico imposto pela gravidez e a fatores pré-determinantes (genéticos ou ambientais).

Se o organismo da gestante não produzir insulina suficiente, pode haver um quadro de hiperglicemia (aumento dos níveis de glicose nos vasos sanguíneos).

Na diabetes gestacional, a glicose passa para a circulação fetal e gera um aumento dos níveis de glicemia sanguínea fetal.

Entre as consequências dessa doença, pode haver crescimento fetal excessivo, aumento das chances de parto prematuro, maior risco de rotura prematura das membranas ovulares, feto com apresentação pélvica e surgimento de pré-eclâmpsia.

Estudos recentes comprovam que filhos de mães que tiveram diabetes na gestação apresentam maior risco de desenvolver diabetes e obesidade na vida adulta.

Controle e tratamento da Diabetes Gestacional

É possível controlar a diabetes gestacional por meio de uma orientação nutricional adequada. A alimentação balanceada e a inclusão de um lanche noturno para evitar a queda de açúcar durante o sono também é importante.

Além disso, é importante realizar atividades físicas durante o período, que o médico irá indicar. Se for verificado que mesmo com a alimentação correta e exercícios o controle de glicemia não estiver satisfatório, será necessário a associação do uso de insulina no tratamento.

O uso da insulina é seguro durante a gravidez e objetiva a normalização da glicemia materna.

Tipos de parto

A escolha do tipo de parto deve ser da mãe, porém, é importante que ela converse com o médico. Em muitos casos, é necessário tirar dúvidas sobre possíveis complicações durante o parto e procurar um obstetra especializado em gestações de alto risco.

Agendar




Deixe um comentário