Select language



se preparar para o parto

Além da escolha do tipo de parto e do planejamento a respeito do mesmo, é muito importante que a gestante inicie a preparação para o parto, principalmente no último trimestre da gestação.

Os cuidados dessa fase vão além dos hábitos alimentares ou da prática de atividades físicas que os obstetras orientam que sejam realizadas e, muitas vezes, estão mais correlacionados ao controle da ansiedade e nervosismo com a etapa final da gravidez.

É muito comum ter receios antes do parto, independentemente do tipo de parto pelo qual a gestante optou ou foi aconselhada pelo médico obstetra que acompanhou a sua gestação. Alguns dos medos mais comuns que as grávidas apresentam nessa fase são:

  • Se as contrações irão causar muitas dores;
  • Se ela terá forças suficientes para empurrar o bebê (no caso de parto normal);
  • Se a anestesia que escolheu, junto ao especialista, será a melhor para ela;
  • Se realmente são suficientes os itens que separou na mala de maternidade, entre outros.

Existem algumas atividades que podem ajudar a perder esses medos e fazer com que a gestante se sinta mais preparada para a hora do parto.

dicas para se preparar para o parto

Dicas para se preparar para o parto

Apesar da ansiedade provinda da idealização sobre o momento do parto e de, finalmente, ter o bebê nos braços pela primeira vez ser inevitável, ela pode ser amenizada se a futura mamãe passar a encarar o momento como um procedimento natural, pelo qual o corpo dela se preparou ao longo de toda a vida para realizar.

Algumas atividades que ajudam a se sentir mais confiante nessa hora são:

  • Ler bastante sobre o tipo de parto que optou, entender todas as fases do procedimento, desde o preparatório até os cuidados pós-parto que a técnica escolhida exige;
  • Informar-se sobre o tipo de anestesia escolhida ou orientada para o seu caso, compreender como ela será aplicada, quanto tempo possui de efeito, etc.;
  • Entrar em contato com o especialista em obstetrícia que acompanha o seu pré-natal em caso de dúvidas sobre o procedimento;
  • Além de se informar sobre os procedimentos do parto, conhecer as possíveis intervenções que poderão existir, como uma cesárea ou parto à fórceps, ajudam a se precaver, caso seja necessário;
  • Procurar por uma equipe médica que passe a confiança e a segurança necessárias para esse momento tão especial;
  • Incluir o parceiro nos preparativos, afinal ele também poderá estar ansioso com o momento;
  • Buscar técnicas de relaxamento que irão auxiliar no controle da ansiedade;
  • Listar todos os medos e dúvidas para conversar com o obstetra na consulta que anteceder o parto, em casos de já ter a data marcada.

segurança na hora do parto

Além disso, apesar do controle emocional ser fundamental, preparar o corpo pode ser uma maneira de relaxar e, principalmente, de se sentir mais confiante para o grande momento.

preparando o corpo para o parto

Preparando o corpo para o parto

As atividades físicas orientadas pelo médico obstetra durante a gestação já são uma boa maneira de preparar o corpo para o esforço e resistência que o momento do parto exige.

No entanto, existem alguns exercícios que podem ajudar também nas contrações, no controle da respiração e no tônus muscular abdominal. Alguns deles são:

  • Técnicas de contração dos músculos do assoalho pélvico que ajudam no fortalecimento da região, proporcionando melhora na circulação sanguínea do períneo e, consequentemente, auxiliam no processo de cicatrização, para casos em que há a necessidade de realizar incisões perineais para ajudar a saída do pólo cefálico do bebê no momento do desprendimento, por exemplo;
  • Exercícios de fortalecimento muscular de baixa intensidade, voltados para o assoalho pélvico, que podem encurtar a fase em que é necessário contar com a força da mãe no período expulsivo (fase do parto em que ocorre o nascimento do bebê pela ação das contrações uterinas);
  • Ficar de cócoras: além de ajudar a fortalecer os músculos das pernas, a posição de cócoras ajuda na abertura da pelve;
  • Passar cerca de 30 minutos sentada na bola de pilates, assistindo televisão, por exemplo: além de ser confortável para a gestante, também auxilia na abertura da pelve e fortalecimento dos músculos pélvicos.

Conversar com o médico obstetra, esclarecer as dúvidas sobre o parto e realizar as atividades orientadas pelo especialista são as principais maneiras de se preparar para a grande hora.

O mais importante agora é a gestante manter a calma e ter em mente que realizou tudo o que estava ao seu alcance para que o momento da chegada do bebê seja perfeito.

segurança na hora do parto





Deixe um comentário