Select language



Dr. Giuliano Bedoschi, especialista em reprodução humana da clínica BedMed, participou do desenvolvimento da pesquisa científica que aborda o tema: “Anormalidades metabólicas em mulheres com síndrome dos ovários policísticos: obesas e não obesas”.

Clique aqui e veja a pesquisa completa.

Clique aqui para baixar o PDF com a pesquisa completa.

A síndrome dos ovários policísticos (SOP) é uma desordem endócrina heterogênea e complexa com prevalência estimada entre 4 e 13% das mulheres em idade reprodutiva. Trata-se da principal causa de hiperandrogenismo e oligo-anovulação, sendo comum sua associação com distúrbios metabólicos.

As alterações clínicas e metabólicas da SOP estão relacionadas principalmente ao hiperandrogenismo e à resistência insulínica (RI). Como menos de 20% das pacientes magras com SOP apresentam alterações metabólicas relacionadas à RI, é possível que haja uma superestimativa da relação entre a RI e as repercussões metabólicas desta síndrome neste grupo de mulheres. Nestas situações, o hiperandrogenismo pode desempenhar papel fundamental no desenvolvimento de comorbidades metabólicas.

 

 





Deixe um comentário