Select language



glandula de Bartholin

As glândulas de Bartholin estão localizadas na porção inferior do canal vaginal e têm como principal função a lubrificação da genitália interna feminina, principalmente durante o estímulo sexual.

Entretanto, algumas mulheres precisam recorrer à avaliação de um médico ginecologista devido a um grande desconforto nesse local, proveniente de uma inflamação que pode levar ao surgimento do abscesso da glândula de Bartholin.

Essa enfermidade, na maioria dos casos, ocorre quando há a obstrução de um ou ambos os ductos responsáveis pelo transporte do muco produzido pela glândula, impedindo a lubrificação da região e gerando inflamação ou infecção no local.

consulta com ginecologista

O que pode causar a inflamação na glândula de Bartholin?

A principal causadora da inflamação na glândula de Bartholin é a obstrução dos ductos que secretam o muco produzido pela própria glândula.

Antigamente acreditava-se que a principal causa da obstrução no ducto da glândula de Bartholin estava correlacionada com a aquisição de gonorreia (doença sexualmente transmissível), porém, estudos atuais comprovam que isso não é verdade e que essa obstrução pode ser causada por outros fatores.

As principais teorias para a obstrução dos ductos incluem: alteração na consistência do muco, trauma local ou alteração ductal congênita.

Devido à obstrução dos ductos, o muco produzido pela glândula de Bartholin, que serviria para a lubrificação do órgão sexual feminino, se acumula dentro da própria glândula.

Dessa forma, ocorre a formação de um inchaço local. Esse conteúdo interno pode infectar e promover um aumento ainda maior do inchaço, vermelhidão, saída de pus e febre.

Dessa forma, existem duas entidades patológicas diferentes produzidas pela mesma causa (obstrução ductal): cisto da glândula de Bartholin (inchaço sem infecção) e abscesso da glândula de Bartholin (inchaço com sinais de infecção).

O cisto da glândula de Bartholin trata-se da formação de um tumor benigno contendo o líquido que se acumulou no interior da glândula.

Cerca de 2 % das mulheres em idade fértil são acometidas por essa alteração. A maioria dos cistos ovarianos é pequena e assintomática, exceto por algum desconforto durante a relação sexual.

O cisto costuma ser unilateral, arredondado ou oval e promove uma leve assimetria entre os lábios vaginais.

Já o abscesso da glândula de Bartholin, chamado também de Batholinite, deriva da infecção bacteriana do líquido que ficou acumulado no local.

Os principais sintomas são: inchaço, vermelhidão e dores no local, podendo, até mesmo, apresentar a drenagem de conteúdo purulento.

Normalmente, a bactéria que gera essa infecção é a Escherichia coli – a mesma que causa quadros de infecção urinária.

Em alguns casos, o abscesso pode drenar espontaneamente. Entretanto, na maioria dos casos, é preciso consultar um médico especialista em ginecologia para realizar a drenagem do conteúdo e promover uma melhora completa do quadro.

Como tratar a Bartholinite?

Diferentemente do cisto, que só exige cuidado de um especialista caso gere incômodos, o tratamento da infecção da glândula de Bartholin requer a avaliação imediata de um ginecologista, que poderá orientar qual será o melhor tipo de tratamento:

  • Se o abscesso for pequeno e apresentar poucas dores no local, o especialista poderá recomendar banhos de assento, de 15 minutos, cerca de 3 vezes por semana e uso de antibiótico. Essa prática estimulará a drenagem espontânea do conteúdo infectado.
  • Caso o quadro não melhore ou a infecção seja mais grave, o médico deverá recomendar o tratamento cirúrgico. Existem diversas técnicas que podem ser realizadas: incisão e drenagem, marsupialização ou retirada completa da glândula de Bartholin (chamada de Bartholinectomia). Em alguns casos, após realizar a drenagem cirúrgica, o ginecologista pode implantar um pequeno cateter no local, que é removido após 6 semanas, a fim de evitar um novo acúmulo de líquido na glândula.

Independentemente de como esteja a aparência da região, mesmo que não apresente nódulos ou abscessos aparentes, sempre que a mulher sentir desconfortos na região íntima, bem como dores, irritações ou coceiras, é aconselhável procurar um especialista em ginecologia, a fim de identificar possíveis infecções ou enfermidades que possam se agravar. Manter os cuidados com a saúde íntima é essencial!

Agendar




43 comentários para “A inflamação na glândula de Bartholin”

  • Cristiane disse:

    Depois de ter essa enfeccao meu marido esta sentindo muito desconforto durante e pos relaxao sexual onpenos incha muito e esta ardendo o que pode ser.ja usei pomada pra cer se melhora mais nada.

  • Carolina disse:

    Recentemente eu tive esse probleminha de bartholinite, tomei antibióticos por 7 dias. Já fazem 20 dias. E não sinto mas dores nessa região, porém tenho medo de ter relação sexual e voltar novamente. Eu queria saber se eu tiver relação posso ter chances de voltar a ter inchaço e dor novamente. Bjss

  • Elaine disse:

    Estou com esse problema. O médico me passou cefalexina por 10 dias e um antiflamatorio por 7. Espero melhorar.

  • Flávia Santiago de disse:

    Oi Boa tarde! obrigado pela explicação, me interessei pelo assunto pq trabalho em uma clínica de ginecologia e as médicas daqui fazem e sempre tinha paciente ligando pra se informar. Então fui procurar a informação correta

  • Lara ribeiro disse:

    Eu tive esse problema é ainda estou em recuperação…o meu estourou mas depois de 5dias de sofrimento…os banhos de assento são importantes…após remover a sugidade a vida volta ao normal…que alivio!!!

  • Antonia disse:

    Olá a alguns dias percebi que um lado da minha vagina tá um pouco maior inflamada mesmo no local em que se pode ser essa inflamação. Mais não sinto dor pode ser algum desses problemas aí que fala o site?

    • BedMed disse:

      Antonia, é importante um auxílio médico para entender melhor a situação! Caso tenha interesse em agendar uma consulta, ligue para os telefones (11) 5044-1000 ou (11) 5531-3125 ou (11) 5532-1555! Atenciosamente, Equipe BedMed

  • marcia de assis miranda de medeiros disse:

    Estou passando por isso tudo começou depois de bater com a vagina em um quadro de bicicleta. Depois disso so em ter relação sem está bem lubrificada ele volta. E muito incomodo.já fiz preventivo agora vou fazer transvaginal para tentar solucionar.

  • Gabriela disse:

    Eu tive este problema morria de dores insuportaveis tomei antibióticos e fiz o banho de assento e agora estou curada.

  • Rosangela disse:

    Tive dores muito fortes em setembro. Achei que seria hemorroida pois o desconforto e muito grande. Fui ao ginecologista e descobri que estava com a glandula de bartholin infeccionada e cisto de gardner. Tomei remedios e Passei por uma cirurgia a 15 dias para retirada da glândula e do cisto. Pós cirúrgico e bem dolorido. Mas a recuperação e tranquila.

  • Evania disse:

    Olá boa tarde,

    hoje faz 27 dias que tive um bebe de parto cesária, na cirurgia descobri uma endometriose. foi feito todo procedimento de limpeza em fim com cinco dias depois descobri que estava com acumulo de liquido na costura por baixo dos pontos, precisei tomar antibiótico por sete dias,logo depois percebi uma glândula de um lado interno da vagina. segundo o medico que atendeu não tem inflamação nem secreção. sinto ele duro quando tomo banho. ainda não teve nenhum tipo de alteração. sera que vou precisar passar por cirurgia pra retirada deste cisto?

  • Conceição disse:

    Bom dia!! Já tive por duas vezes!! E acho que estou passando por isso pela terceira vez. E o médico nao quer tirar a glândula , porque diz que sou jovem… gente além de ser doloroso e vegonhoso…

  • Estou tendo esse problema já tem 7 dias e está na mesma.passei no clínico ontem e ele passou cefalexina e ibrupufeno.quanto tempo será que volta ao normal?

  • Depois de tratado o custo qual a porcentagem dele volta?e pode ter relação sexual normalmente?

  • eu estou com o meu inflamado agora, sou muito, estou , fui ao médico, ela mandou eu voltar p casa e esperar, n passou antibiótico p n faltar leite p minha filha, tbm n falou em banho de asento, disse q só drenaria se eu tivesse febre ou alterasse, o q n é o caso, as pessoas mais experientes da minha família e esse site me fizeram criar coragem p o banho de asento, só q no 7 mês de gravidez eu n posso me sentar em uma bacia, é fiquei com medo de penetrar o útero e prejudicar minha filha, então em vez disso estou dando compressa gelada de chá de casca de ameixa q foi o q me ensinaram, hj e o segundo dia q estou fazendo, já faz 4 dias q estou com o cisto inchado, será q da forma q estou fazendo funciona?

  • Alessandra disse:

    Olá,boa tarde a melhor coisa a fazer é compressa de água quente tomar o antibiotico o antiflamatorio e analgésico.A compressa ajuda a elimar realmente o líquido e com ajuda dos remédios tem efeito rápido.Eu estou a 5 dias assim
    é incomodo de mais. Mas não deixe de ir ao médico.

  • Tive 6 vezes e agora faz 8 dias que estou e não estoura DOI muito já não posso nem andar nem fazer nada e uma dor de morrer tomei uma semana antibióticos e antiflamatorio porem não serviu isso e a pior dor que já senti o que faço??? Qual remédio a tomar pra aliviar essa dor horrível alguem pode mim ajudar por favor obg

  • Mirna disse:

    Gostaria de saber se quando essa glândula está inflamada, pode ocorrer de afetar a perda de urina…não conseguir segurar o xixi
    Estou preocupada…

  • Eliete disse:

    Oi estou com esse problema ,já é a quinta vez que a glândula inflama ,tem apenas uma semana que fui ao hospital e a médica drenou ,porém voltou de novo e um detalhe estou gestante o que fazer?

  • Lulu disse:

    Meninas há mais ou menos 05 anos tine uma Bartolinite e tomei antibióticos e fiz banhos de assentos.Mas depois que engravidei ela formou um cisto e agora tive que fazer a Bartolinectomia retirada total estou a alguns dia de repouso ela ficou sumida pôr alguns anos e não sentia nada.Mas agora tive que tirar estava enorme e sentido dores no local.Graças a Deus me livrei.

  • anonimo disse:

    ha uns 2 meses atras me deu ,me assustei ,doia e inchado ,fiz um banho
    ho de assento , olhei pelo espelho e vi um pontinho amarelado ,associei q seria um furunculo,tlmei um banho bem.quente e pus bastante agua quente nele ,qd sai do banho dei uma leve apertada e vazou td
    vazou mt pus e sangue
    fiquei aliviada e certa q era furunculo
    ai voltou ,e pesquisei na internet e cheguei a conclusao q é cisto de bertholin
    tava mt inchado e doendo mt,n tava conseguindo andar e nem sentar ,decidi fazer um banho de assento c permanganato de potassio de manha ,e depois de umas 2 hrs fiz outro
    passou o dia todo doendo ,agora a noite fiz mais um e passada umas 2hrs ia fazee outro ,td preparado e qd tiro a roupa ,a calcinha tava c bastante sangue ,na hora ja imaginei q tinha estourado ,olhei e tinha mesmo ,apertei e vazou bastange pus e sangue ,,o banho de assento ja tava pronto e mesmo estourado fiz
    esta um pouco dolorido ,e uma volinha bem pequena (estava enorme!!!)
    vou continuar os banhos p desinchar td
    graças a Deus estourou,tenho mt medo de agulha e cirurgias e tava morrendo de medo de ter q ir fazer :(
    façam banhos de assento ,ele vaza
    faço com permanganato de potassio e bem morninho
    boa sorte p nós ,q nunxa mais volte e q nos curemos
    bjs

  • EMERSON JAIMES disse:

    Boa tarde, minha esposa sofre disso ha algum tempo, de uns 5 anos pra cá acho que ja inflamou umas 12 vezes. O fato é que, quando não esta inflamado os ginecologistas não querem fazer nenhum procedimento cirúrgico, por alegarem que é um procedimento delicado, e só deve ser feito quando começar a inflamar. Detalhe: toda vez que inflama enche muito rápido, e neste caso também não pode ser nada feito pela inflamação. Gostaria de saber o que a gente faz na verdade pra que isso acabe!!

  • Isa disse:

    Já é a quinta vez que tenho, porém deu um leve inchaço e dói de mais. É normal não inchar tanto?

  • Elicar disse:

    Gente isso é uma tortura todos os meses antes da minha menstruação descer o caroço aparece uma dor insuportável, dificuldade em sentar em andar tá horrível pra mim.

    • Olá, estou com isso também a uns 2 meses,e comecei a menstruar a dois dias atrás mas sai sangue,as vezes borrão marron e em bem pouca quantidade e meio q uma sujeira junto, queria saber se também acontece isso com você…

  • sandra disse:

    tenho problemas com essa glandula ja a muitos anos, desde adolescente, dai tiro o mito da DST provoca-la, pois nem tinha relaçao sexual quando comecei a ter problemas na glandula. em um determinado dia, inchou muito que nao conseguia andar, fui ao hospital e fizeram uma pequena cirurgia, drenando o liquido. apartir dai, eu mesma consigo esvazia-lo quando percebo o desconforto. mas ja tomei antibiotico, tenho uma higiene intima muito acerrada e mesmo assim o abcesso é constante. existe uma cirurgia para retirar a glandula, o ginicologista me informou.

  • sara nascimento disse:

    bom, tenho 15 anos, e eu tive o cisto bartholini, contei para minha mãe, como ele surgiu, foi através de um tombo muito forte, bem… fomos para o hospital, me levaram para um sala de um genicologista, me mandaram para sala de cirurgia de urgência, ai, eu fui anestesiada na veia, acordei e já estava bem, vim para casa, e quando a cirurgia já fazer quase um ano, veio de novo, me assustei falei com mãe, ela me levou de novo pro hospital, mais me falaram que era uma glândula inflamada, a genicologista me passou uns antibióticos e eu tomei na hora certa e tudo certinho, depois disso a glândula foi a furo, bem, me deu um alívio , em 2017. Veio três vezes, e esse ano de 2018 nesse momento estou com ele, novamente, choro dia e noite, não aguento mais, essa minha dor não desejo a ninguém, eu acho, injusto, pois sou tao nova, pra ficar sofrendo, mais Deus vai me curar, tenho certeza.

  • sara nascimento disse:

    bom, tenho 15 anos, e eu tive o cisto bartholinite, contei para minha mãe, como ele surgiu, foi através de um tombo muito forte, bem… fomos para o hospital, me levaram para um sala de um genicologista, me mandaram para sala de cirurgia de urgência, ai, eu fui anestesiada na veia, acordei e já estava bem, vim para casa, e quando a cirurgia já ia fazer quase um ano, veio de novo, me assustei falei com mãe, ela me levou de novo pro hospital, mais me falaram que era uma glândula inflamada, a genicologista me passou uns antibióticos e eu tomei na hora certa e tudo certinho, depois disso a glândula foi a furo, bem, me deu um alívio , em 2017. Veio três vezes, e esse ano de 2018 nesse momento estou com ele, novamente, choro dia e noite, não aguento mais, essa minha dor não desejo a ninguém, eu acho, injusto, pois sou tao nova, pra ficar sofrendo, mais Deus vai me curar, tenho certeza.

Deixe um comentário