Select language



Dúvidas frequentes sobre Infertilidade

A infertilidade é uma condição que afeta muitos casais nos dias de hoje. A entrada da mulher no mercado de trabalho e a consequente dedicação exclusiva à carreira profissional fizeram com que a população feminina adiasse o tão sonhado momento da gravidez, apresentando uma significativa redução na quantidade e na qualidade dos óvulos ao tentarem obter a gestação de forma espontânea.

Mas essa não é a única razão para que boa parte dos casais apresentem dificuldades para engravidar. Existem diversas causas de infertilidade correlacionadas a problemas de saúde ou ao estilo de vida dos parceiros e, apesar de ser um problema bastante prevalente em nossa sociedade, a infertilidade ainda gera muitas dúvidas, tanto para quem suspeita quanto para quem é diagnosticado com essa alteração.

1- Quando a infertilidade é definida?

Um casal passa a ser considerado infértil após passar um período de doze meses mantendo relações sexuais frequentes, sem o uso de métodos contraceptivos, mas não consegue engravidar.

Nos casos em que a mulher possui mais de 35 anos de idade, após 6 meses de tentativas é aconselhado buscar a orientação de um especialista, visto que a idade da mulher é um fator importante para o potencial fértil do casal.

2- Infertilidade é o mesmo que esterilidade?

Não. Infertilidade é quando o casal possui dificuldades para engravidar. Esterilidade é um termo que não é mais utilizado no meio médico, pois determina a incapacidade completa de um casal obter a gestação.

Hoje em dia, devido a todos os tratamentos existentes em Reprodução Assistida, um casal infértil não é mais considerado estéril, tendo em vista que ele apresenta boas chances de engravidar após o tratamento proposto.

Dúvidas frequentes sobre Infertilidade

3- A infertilidade é causada pelo homem ou pela mulher?

A causa da infertilidade é variável e cada caso deve ser avaliado de forma individualizada. Ao contrário do que muitas pessoas pensam, a infertilidade pode ser tanto feminina quanto masculina, mas também pode ter causas mistas ou, até mesmo, não evidentes (ISCA = infertilidade sem causa aparente).

Um terço dos casos de infertilidade envolve fatores masculinos, um terço é correlacionado as causas femininas e a outra parcela pode ser causada por fatores mistos, ou seja, tanto masculinos quanto femininos ou, até mesmo, por causas não identificadas, conhecida como ISCA (infertilidade sem causa aparente).

4- O que pode causar a infertilidade?

A infertilidade pode ser causada por diversos fatores. As principais causas de infertilidade feminina são: alterações na ovulação, endometriose, anormalidades uterinas, aderências pélvicas e menopausa precoce.

Os principais fatores masculinos de infertilidade são: anormalidades na produção dos espermatozoides, fatores ambientais (exposição a substâncias tóxicas), problemas na ejeção do sêmen e tratamentos oncológicos prévios.

No entanto, existem alguns fatores de risco para infertilidade, tanto de homens quanto de mulheres, relacionados a maus hábitos de vida, tais como o tabagismo, alcoolismo, obesidade, sedentarismo, entre outros.

A idade avançada, principalmente feminina, também é um fator decisivo para reduzir as chances de gravidez.

5- Existem tratamentos para a infertilidade?

Sim. Assim como algumas causas podem ser tratadas, como a endometriose, por exemplo, existem técnicas de reprodução assistida que podem ajudar os casais a conseguirem engravidar.

Os tratamentos de reprodução assistida mais comuns são o Namoro Programado, a Fertilização In Vitro (FIV) e a Inseminação Intrauterina (IIU).

Apenas um especialista em Reprodução Humana poderá indicar o melhor tratamento para cada caso, bem como confirmar a causa exata da infertilidade.

Agendar




Deixe um comentário