Select language



3-tipos-de-miomas-uterinos

Miomas uterinos são os tumores benignos mais prevalentes do trato genital feminino, sendo frequentemente diagnosticados durante a realização de exames ginecológicos de rotina.

A detecção dos miomas uterinos ocorre com maior prevalência em mulheres na idade reprodutiva. De acordo com dados estatísticos, sua incidência é de cerca de 77% na população feminina em idade reprodutiva (muitas pacientes são portadoras assintomáticas dos miomas uterinos).

Também chamado de fibroide uterino, fibroma ou leiomioma, o mioma uterino é originado a partir da proliferação acentuada de uma célula muscular que se divide repetidamente, transformando-se em um nódulo.

Eles podem ser classificados de formas variadas, levando em consideração, principalmente, a sua localização.

Conheça os três principais tipos de miomas uterinos a seguir:

Mioma subseroso:

Os miomas subserosos são aqueles que estão localizados na camada mais externa do corpo uterino, chamada de camada subserosa. Dentre todos os tipos de miomas, esses são os que apresentam menos sintomas.

A ocorrência de um mioma subseroso costuma proporcionar a formação de um abaulamento no corpo do útero, que pode promover a compressão dos órgãos adjacentes, tais como a bexiga ou as alças intestinais, gerando aumento na frequência de micções ou constipação intestinal.

Esse tipo de mioma não causa aumento do sangramento vaginal, porém, pode aumentar a incidência de cólicas abdominais, a depender de suas dimensões.

Mioma Uterino

Mioma intramural:

O mioma intramural é definido quando o tumor benigno está localizado no interior da camada muscular do útero, chamada de miométrio.

A ocorrência desses miomas favorece o aumento do sangramento vaginal e das cólicas abdominais.

Além disso, devido à localização do nódulo, ele pode promover distorções uterinas e, dependendo do seu tamanho, pode gerar até mesmo um abaulamento no endométrio (camada de revestimento interna do útero), aumentando o risco de infertilidade e abortamento.

Mioma submucoso:

Os miomas chamados de submucosos são aqueles que estão localizados na camada mais interna do útero, chamada de endométrio.

O surgimento do mioma submucoso está correlacionado com um aumento considerável no fluxo e na duração da menstruação, sendo conhecido como o tipo de fibroma uterino que mais provoca hemorragia, devido à sua íntima relação com o endométrio.

Por isso, o leiomioma submucoso é o tipo que mais interfere no potencial fértil da paciente, levando, em alguns casos, à infertilidade ou a um maior risco de abortamento.

Cada tipo de mioma pode ser tratado de uma maneira diferente, levando em consideração a sua localização, tamanho, presença de sintomas e desejo da paciente em querer engravidar no futuro ou não. Por isso, um diagnóstico precoce do mioma uterino com o ginecologista é muito importante.





Deixe um comentário